A Associação dos Empregados Aposentados da Caixa no DF-AEADF manifesta preocupação com os ataques ao Diretor eleito Max Pantoja, da Funcef, o qual tem atuado fortemente na defesa dos empregados Caixa e na preservação do patrimônio da nossa Fundação.
Publicamos a seguir nota de apoio ao Diretor, divulgada no último dia 26/07, pelos Diretores eleitos e Conselheiros da Funcef.

Na última sexta-feira, 26/07, o Conselho Deliberativo da FUNCEF aprovou, com uso do voto de qualidade, a abertura de processo disciplinar contra o Diretor Max Mauran Pantoja, a partir de denúncia, com fonte sigilosa, apresentada junto ao Ministério Público do Trabalho, por supostas práticas de assédio moral, que teriam sido praticadas contra empregados de cinco áreas da FUNCEF: Jurídico, Auditoria, Ouvidoria, Diretorias de Investimentos e de Participações.

No entendimento dos conselheiros e demais diretores eleitos, não há evidências ou indícios que justifiquem ou fundamentem a abertura do referido processo disciplinar contra nosso colega Max, cujo rigor na defesa dos interesses dos participantes e do patrimônio da Fundação é notório, e também é notório que tal rigor confronta interesses que, de outra forma, teriam seu caminho facilitado para práticas nefastas à FUNCEF.

Essa postura é ilustrada pelo episódio envolvendo a sua luta contra irregularidades relacionadas ao investimento na Eldorado Celulose, que culminaram com a prisão de Joesley e Wesley Batista, como relatado no livro “Why Not”, recém lançado e que conta a trajetória empresarial dos irmãos.

Como em episódios anteriores, que remontam à nossa chegada em 2014, a prática de denunciação caluniosa tem sido empregada para tentar intimidar, coibir ou retaliar nosso trabalho de combate a interesses particulares inconfessáveis e ingerências espúrias compromissadas com agendas estranhas aos interesses dos participantes.

Assim, além da natural solidariedade e apoio ao nosso colega Max, manifestamos nosso completo repúdio a tal decisão e absoluta confiança na integridade de sua conduta, e buscaremos todos os meios legais para trazer a verdade à tona, reafirmando, com isso, nossa confiança na Justiça.

#euapoiomax

Antonio Augusto de Miranda e Souza
Diretor

Délvio Joaquim Lopes Brito
Diretor

Ana Cristina Gomes Santos
Conselheira

Anália Miguel Anusiewicz
Conselheira

Celso Matos
Conselheiro

Ciro Cormack Júnior
Conselheiro

Isidoro Perez Ramos
Conselheiro

Jairo Dantas
Conselheiro

Luiz Henrique Muller
Conselheiro

Marta Turra
Conselheira

Vilson Willemann
Conselheiro


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *